terça-feira, 12 de abril de 2016

Sexo no primeiro encontro: devo ou não devo fazer?


Muitas pessoas, em sua grande maioria mulheres, se questionam sobre fazer ou não fazer sexo no primeiro encontro. Por motivos culturais e sociais, esse assunto ainda é um tabu para muitas mulheres que ao invés de seguirem seus próprios desejos, vontades e opiniões sobre praticar ou não praticar o ato, acabam sendo levadas pelo pensamento patriarcal e machista recorrente de que o sexo no primeiro encontro não é bom, e que o homem pensará que ela é uma mulher “fácil demais”, “que não é para casar”, etc.

Nesse texto enviado pelo blog boca virgem (acesse: http://bocavirgem.com/), a Juzinha Hot, autora, vai explicar seu ponto de vista sobre transar no primeiro encontro.


Esse tipo de pensamento moralista assola muito mais as mulheres do que os homens, que estão acostumados e, de certa maneira, foram ensinados que eles podem fazer o que quiserem, e o que acharem melhor, mas que as mulheres precisam de algum nível de “decência”, seguindo ordens previamente impostas para serem consideradas boas parceiras.

Apesar da mudança dos tempos e do fato de que muitas pessoas tem lutado contra esses pensamentos machistas, a luta ainda é muito grande, principalmente no caso daquelas mulheres que se enxergam submissas, e que realmente acreditam que devem seguir as regras que a sociedade patriarcal impõe.

Nesse sentido, é importante chamar a atenção ao fato de que esse tipo de pensamento é completamente injusto, onde as mulheres são julgadas por seus atos, e os homens são livres para fazer o que bem entenderem, e o mais impactante nesse pensamento é que muitas vezes, as próprias mulheres se julgam e acabam presas, sem poder opinar, sem poder dizer o que realmente acham, e no caso, sem poder fazer sexo quando bem entenderem e de acordo com seu próprio julgamento e vontade.

O sexo no primeiro encontro é uma coisa que deverá ser decidida pelo casal, onde os dois devem concordar com o ato, devem querer fazê-lo e o que virá depois, se a relação será de apenas uma noite ou se irá para frente, dependerá única e exclusivamente do que o casal espera um do outro, se eles se entenderam bem ou não.

Muitas pessoas acreditam que esperar para fazer sexo melhora o relacionamento, e isso pode ser bom uma vez que a expectativa com o ato, as fantasias e o desejo poderão ficar maiores e mais desenvolvidos do que em uma relação onde o sexo acontece noprimeiro dia, porém, mais uma vez, isso é uma escolha que deverá partir de cada um, e demorar mais para ter a relação ou tê-la no primeiro dia nada tem a ver com a duração e com o desenvolvimento do relacionamento, uma vez que existem casais juntos e felizes a anos que fizeram sexo no primeiro encontro, e casais que esperaram um momento “especial” para o sexo e não deram certo.

O futuro de um relacionamento independe do momento no qual o sexo foi feito, e depende apenas da relação e do desenvolvimento daquelas pessoas no relacionamento. 

Sendo assim, tanto homens quanto mulheres, mas principalmente mulheres devem lutar contra os outros e contra si mesmas em relação a esse pensamento machista e patriarcal, entendendo que podem fazer o que quiserem, como quiserem e quando quiserem, desde que o ato seja realmente de seu desejo.


Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.